10 fevereiro 2014

A Janela se Abre

Olá, um bom dia a você ilustre leitor, aceita um cafezinho?

imagem Google

Pois bem, mais uma semana se passou e notaram como o nosso blog está cada dia mais belo?
Se você perdeu a semana, não deixe de dar uma espiadinha nas postagens anteriores, garanto que gostarás muito da leitura.

Hoje gostaria de compartilhar com vocês um pouquinho sobre o Surrealismo, conhece?

Surrealismo é o movimento artístico e literário, nascido em Paris na década de 1920, que enfatiza o papel do inconsciente na atividade criativa sendo fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud (1856-1939).

A Arte evoca o mistério,       
sem a qual o mundo não existiria.

(René Magritte)

O Belga  René François Ghislain Magritte (1898-1967) é um dos principais artistas plásticos do movimento Surrealismo. Suas obras são metáforas que se apresentam como representações realistas, através da justaposição de objetos comuns e símbolos, porém de um modo impossível de ser encontrado na vida real.
Imagens Google, montagem Ildo Silva

Agora deixo com vocês um poema de minha autoria, o qual ilustro  com a obra de arte "The False Mirror" (O Espelho Falso, 1928) de René Magritte: 

Le Perreux-sur-Marne (Francês) - Óleo sobre Tela - 21 1/4 x 31 7/8" (54 x 80.9 cm)
Imagem Fundação Magritte

A Janela se abre

A janela da alma se abre
Rumo ao desconhecido
Os pensamentos eram conflitantes
E, batalhas se fizeram presentes

Eis que a guerra não tinha fim
Os confrontos crescentes tomavam conta de mim
Cada vez mais presentes estavam os sonhos

Sem muita compreensão
A razão avançou na batalha
A guerra era incessante, incansável
Muitas descobertas foram feitas

Os conflitos ficaram cada vez mais fracos
As ilusões e os nós do tempo foram se desfazendo
Os sonhos estavam ganhando a guerra?

Então uma luz se acendeu, tentei fugir...
Em vão,
a claridade havia se apossado de mim,
não resisti mais...
Bandeira branca, me rendi!

No verde do olhar uma revelação
Não haviam mais batalhas
Os sonhos e os pensamentos ganharam forma

Num lugar distante, outra janela estava aberta
O Jardim floresceu de amor


Gostaram da postagem de hoje? Seus comentários serão recebidos com alegria.

Agradeço intensamente a  sua visita e desejo que tenhas uma boa semana repleta de conhecimentos e felicidade!


Um fraterno abraço e até a próxima semana

Um comentário:

  1. Que fantástico Ildo! adorei o poema e os esclarecimentos sobre o Surrealismo!
    Fantástico!!! ;))

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]