13 fevereiro 2014

Dentro do meu silêncio.




Saudade daquela rua. Da madrugada.
Do seu sorriso embriagado.
Da rua. Da madrugada...
Da sua voz rouca de sono.
Da rua. Da lua. Da praia. Da madrugada.
Do silêncio entre nós.

Daquela rua...

Rua aquela, asfaltada de vento e amores.
Da lua. Da brisa marítima.
Rua aquela, asfaltada pelo som de nossos passos.
Da rua, daquela rua!
Da madrugada...

Dentro do meu silêncio está a
... Saudade.  

Manueli Dias, 13 Fev 2014

3 comentários:

  1. Saudade!!!!
    Que encanto tem esta palavra não é!?

    adorei o poema Manueli! =))

    ResponderExcluir
  2. Seu poema me fez reviver muitas lembranças.. e que saudade eu senti! Parabéns pelo poema!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]