06 fevereiro 2014

Falando de amor ou de dor...

Amor.

Dor de amor é desespero!
Dor de amor é descompasso
Dor de amor aperta o peito e embrulha o estômago.
Dor de amor sufoca, é quase que insuportável.

O amor é mar
O amor é ventania
É chuva tempestiva, daquelas que chega sem avisar.

Dor de amor nos deixa sangrando
Como se tivesse a intenção de nos secar.
Dor de amor cansa
Dói até o corpo e esmaga a alma.

O amor quando bem vindo, é rio,
De águas calmas que vai vazando
Vazando até desaguar e nos afundar.

Manueli Dias, 06 Fev 2014




Um comentário:

  1. Fico encantada com a poesia que carregas contigo Manueli! E falar de amor que coisa boa hein!!!
    Um abraço!! ;))

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]