12 fevereiro 2014

Tudo novo

Imagem: Google

É engraçado, porque não é mais como antes, entende? Eu vou te olhar, vou lembrar de tudo, mas o meu coração não vai mais pulsar intenso, porque acabou, e eu sei que acabou. Hoje eu te vi e a unica coisa que fiz foi sorrir e pensar, foi maravilhoso enquanto durou, apesar de não ter durado. Não sofri, e eu fiquei feliz por isso, porque estou livre, sempre estive, hoje muito mais que ontem, porque eu deixei você ir sem medo. Pela primeira vez na vida eu não tive medo de te deixar ir. Eu sabia que a tua ida seria uma chegada para mim. Tudo chegou depois que você se foi, tudo floriu. Não que você não tenha sido importante, você ainda é, mas não com a mesma intensidade que antes. Hoje alguém me olhou e disse que eu estava mais feliz, transbordando alegria. E eu olhei e disse, eu me libertei. Enfim, o deixei ir. Novos ares, novas experiências. Tudo novo.

 Eduarda Lins 

4 comentários:

  1. "...eu me libertei." Pois é, Duda, é esse o objetivo afinal.
    Lindo texto!!! Adorei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a liberdade da vida, de tudo.
      Obrigada, Malu ^^

      Excluir
  2. "Hoje alguém me olhou e disse que eu estava mais feliz..." Que é a nossa vida senão o hoje, com os sentimentos de hoje, com o possível de hoje? A vida se completa em marcas, hojes e sonhos. E quando alguém não é mais hoje, virou marca, é melhor deixa-lo ir, não tentar fazer de uma marca um hoje ou um sonho do amanhã. Belo, muito belo, muito belo. Beijosssss

    ResponderExcluir
  3. Seguir em frente, tocar a vida! Esta deve ser nossa palavra de ordem... tenho pensado muito sobre isso duda!!!

    Grata pela partilha!!! ^^

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]