17 março 2014

Eis a Questão





Pessoal, em primeiro lugar pelo desculpas por não ter postado meu texto no sábado, mas tive o casamento de uma amiga e enfim, fui ter meu dia de menininha, fazer unhas, cabelo, arrumar vestido, sapato, comprar bolsinha de mão... Acabei esquecendo de postar. Mas estou aqui, para me reportar, com um pequeno "rabisco" que encontrei em um dos meus cadernos. São alguns poucos versos que formam um pequeno poema, mas que não precisa de mais linhas para falar de uma situação que muitos de nós vivemos em algum momento da vida. Essa situação me aconteceu no ano de 2010. Espero que vocês gostem.
Ps: O poema não tem nome, nem data certa, porque como eu disse, era só um rabisco num canto de página.



Eu quero ser o que posso ser, me envolver, me entregar, quero voar...
O que me prende então?
Esse seu olhar, me faz delirar...
Não é amor, é atração!
Mas e se for?
Deixar rolar, ou hesitar?
Ir ou ficar?
Se for, poderei sentir o toque, o cheiro, o gosto, a incrível emoção...
Se ficar nunca vou saber se é bom ou não...

6 comentários:

  1. Quando é a mor o coração se cala profundamente!
    http://ives-minhasideias.blogspot.com.br/
    amei sua poesia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ives!
      Seja sempre bem vindo ao Nós Poéticos.
      Estou indo já te fazer uma visita.
      Abraço,

      Excluir
  2. "Se ficar nunca vou saber se é bom ou ruim".
    Miito triste esse não saber Ju, muito mesmo!! Lindo poema!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus, isso é tão eu.. muito bom mesmo.. Ameeei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eduarda!
      A gente sempre acaba passando por isso algum dia né?
      Beijos

      Excluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]