11 março 2014

Opiniões!

Olá pessoal!

Hoje venho compartilhar uma situação "inusitada" com vocês, ou pelo menos deveria ser assim... Recebi em um grupo que participo a indicação de um livro, mesmo não sendo muito fã do tema combinados, todos de ler o livro e expressar nossas opiniões sobre o mesmo. 

Um dos participantes que não participou da conversa inicial e conhece o livro indicado, antes de qualquer outro comentário nos mandou ler outro autor. nestes termos...

_ Vão Ler ... ( e citou o nome do autor)  disse que o mesmo abordava o tema de foma mais abrangente e tal...

Fiquei intrigada com esta situação, pois mesmo sabendo que haja muitas pessoas boas no mundo elas não sabem tudo sobre o que fazem, dizem e leem. Precisam sempre estar pesquisando, analisando. E, ainda em minha opinião, não deveriam ser consideradas" Deuses" disso ou daquilo... 

Dei minha opinião e mantive, a pessoa se irritou e saiu do grupo. Minha pergunta para você leitor e pra mim também é a seguinte. O que seria de nós seres humanos se não houvessem opiniões diferentes das nossas? E mais, que graça tem aclamar pessoas colocando-as em um pedestal, como se nunca fosse possível chegar, pensar ou refletir como elas!?

Eu não quero ser cópia de pessoas, nem dos pensamentos destas mesmas pessoas... Gosto de ler muitos autores, gosto também de ler aqueles que são meus afins, mas gosto também de criar minhas próprias opiniões... Ser discípulo, aluno, estudante e leitor não é uma tarefa simples onde apenas se recebe informações, mas sim um espaço para "digerir" estas informações e transformá-las... Mais que isto, para aceitar que elas sejam questionadas...
Não acham!?

O que você pensa sobre isso!
Diz ai!


Por
Vanessa Vieira

2 comentários:

  1. Concordo plenamente Van!
    Não sei se você notou, mas quando você criou o grupo no Whats, o Livros em Foco, tivemos um problema com uma pessoa assim. A opinião dela sobre determinado autor foi diferente da minha e ela começou a soltar insinuações do tipo "ele é muito mais inteligente que você"; "quantos livros você já publicou" e coisas desse tipo, querendo minimizar a minha inteligência, querendo insinuar que só porque eu não gostava de ler o tal do autor "cabeça", eu não tinha capacidade para dar uma opinião sobre ele.
    Acho que quem lê, quem se intitula leitor, não pode ter uma cabeça tão mesquinha e opiniões tão acirradas sobre alguma coisa. Eu leio desde infanto juvenil à filosofia, poesias à panfleto de supermercado. Não há preconceito no ler. Não há ditadura sobre o que deve ser lido.
    Há coisas que a gente gosta e se identifica mais e há coisas que a gente não gosta. Cada um na sua, com direito de ler e gostar do que quiser e opinar. Não precisa ofender, não precisa brigar e ser melhor que ninguém.
    É isso que eu acho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro sim Ju! E concordo plenamente com tua colocação. precisamos respeitar as pessoas e as opiniões que elas têm sobre as coisas. Conversar sim, mas agredir jamais!!

      bjinhos!

      Excluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]