06 março 2014

Um verso [e sentimento] pequeno


Ego.
O teu.
O meu.
O nosso.

Fim.
O teu.
O meu.
O nosso.

Sem mais.


***

Boa noite, galerinha! Cheguei agorinha de viagem e, por conta do feriado não consegui programar antecipadamente a publicação, enfim... Perdoem-me! :3

Alguém já disse que "quem vive de orgulho, morre de saudade", né? E foi pensando sobre isso que nasceu o post que hoje trago pra vocês: um pequeno poema que fala sobre um sentimento menor ainda... Quem já se viu preso nas malhas dele, sabe exatamente do que estou falando, certo?

Boas reflexões pra gente! 

Beijos, 

Malu

6 comentários:

  1. Olá Malu,

    Passando para conhecer o blog e gostei bastante! Seu poema parece simples, não é e diz muito! Volto depois! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja sempre bem vinda ao nosso cantinho, Rovênia!!! E obrigada!!! :)

      Excluir
  2. Puts Malu, não sei mais o que dizer sobre a nossa sintonia.
    Hoje, revirando os armários, encontrei sentimentos antigos esquecidos em páginas de velhas agendas. Entre eles, este nosso amiguinho citado aqui.
    Eu tenho uma história que já retratei aqui no blog, e as pessoas que acompanharam de perto me perguntam o que foi que deu errado em algo que parecia tão perfeito. Foi ele. Este sentimento que consome e corrói e destrói, até mesmo o que parecia ser tão perfeito.
    Cheguei a pensar que a culpa era minha, mas hoje, minhas agendas me mostraram o quanto eu corri atrás - ainda que orgulhosa- ainda que sem querer dar o braço a torcer - eu lutei, eu briguei, escancarei meu coração, me expus de corpo e alma, de cara limpa, com as armas que eu tinha, fui para essa guerra e perdi. O Orgulho da outra parte ganhou de mim.
    Você verá parte dessa batalha no post do próximo sábado e vai saber que eu tentei.
    Como disse nossa amiga aí em cima, seu poema parece simples, mas não é. Quem viveu e quem sente sabe que não é.
    Parabéns por em tão poucas palavras conseguir dizer tudo. Eu gostaria de ter esse dom.
    Lindo poema.
    Termino ainda embasbacada por encontrar alguém que ainda que não saiba tudo, de alguma maneira, sabe tudo de mim.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Fantásctic Malu!
    E há mais o que dizer!?

    Lindo teu verso!
    Amei mesmo!!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]