02 abril 2014

Eu quero. Eu posso!

Quero outros olhos, ou melhor, quero aprender um novo jeito de olhar. Quero enxergar o mundo sem dor, ou compreender que a dor ainda existe como consequência do nosso mal viver.

Quero outra boca, ou melhor, quero aprender a maneira mais acertada de falar. Quero ser verdadeira no que digo, e que essa verdade seja sempre a voz do meu coração; que este seja capaz de expressar o amor em qualquer circunstância.

Quero outro ouvido, ou melhor, quero aprender a filtrar tudo o que ouço. Quero dar atenção somente ao que eleva, dá ânimo, traz alegria. Quero que nenhum tipo de maldade faça eco em minha audição.

Quero outras mãos, ou melhor, quero descobrir o momento adequado de tocar. Quero ser o abraço amigo, a mão estendida, o colo que acolhe, o carinho que afaga.

Eu quero, enfim, outro coração. Ou melhor, quero transformar o meu coração, fazer dele a morada do amor. E quero isso por mim e por você. Quero ser melhor e quero um mundo melhor. Mas, se você vier me dizer que querer não é poder, eu só vou te responder que é sim. Se a gente quer mesmo, a gente pode. Basta começar a fazer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]