28 maio 2014

Olhares

Google

É estranho quando você não conhece a pessoa, não sabe o nome dela, não sabe nada ao seu respeito... É mais estranho ainda quando você se vê encantada por essa tal pessoa, querendo, desesperadamente, que chegue o dia de vê-la de novo, e, quem sabe, talvez, seus olhares se cruzarem... E então acontece. Foi estranho ver o olhar dele encontrar o meu, o sorriso abrir ao me ver. Foi estranho entender que eu poderia ser correspondida em algo... E mais uma vez o olhar dele me encontrou, achei divino demais, em apenas uma noite isso acontecer, assim. E então passamos a nos comunicar pelo olhar. Aquele olhos azuis mais lindos que alguém poderia ter, e eles, naquele momento, eram meus. Você já passou por isso? De gostar de alguém só pelo olhar? Mas não é um gostar apaixonado, é um gostar de querer estar sempre perto, de não querer que aqueles olhos jamais saim dos seus. Isso é tudo tão estranho. As coisas acontecem de uma forma tão estranha, e eu gosto disso, desse mistério que nos rodeia. Eu nem preciso saber teu nome para saber que a tua vida transmite paz. É uma vida que reflete Deus. Está aí o segredo... Refletir Deus. Foi isso que me encantou em você.   

- Eduarda Lins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]