03 julho 2014

Com o mar.




Desprende-se a onda do fundo do mar
E no vai e vem do vento ela corre...
Temos o clarão da fogueira na areia
Que arde e queima, e os sons da noite lunar a batucar.
Pés descalços, movimentos suaves, levemente ela gira...
E gira, e gira... e dança com o vento...
Ela se deixar levar, seu riso a brilhar
Seu corpo no mesmo vai e vem do mar.

Manueli Dias

Um comentário:

  1. Que delícia Manu!
    Me transportei nas ondas dos versos do teu poema e me senti a girar nesse mar!
    Muito bom!
    Adorei!
    Bjoss

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]