10 julho 2014

Noites




Em que velo o tempo!
Que meus pensamentos passeiam sobre as horas
E sonho contigo no intervalo de cada minuto.

Noites de tantas lacrimações!
Onde a temível insônia
Degusta o meu sono noturno
E o toque suave de teus lábios não roça os meus lábios
Em sonhos de amor.

Noites...
Onde a tristeza mantém prisioneira a paz da minha alma
E apressa a sentença de um coração apaixonado!

Noites de tanta volúpia!
Onde o passado me acorda
E ressuscita doces lembranças
Criando novas fantasias
Sobre o mais frágil fio de esperança.

Manueli L. Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]