20 agosto 2014

O ultimo dia do meu ontem

Google

Era noite, e uma daquelas bem geladas. A lua estava deslumbrante no céu azul chamando a atenção de todos que passavam, quer dizer, não havia ninguém na rua, mas ela continuava linda e eu estava lá. Eu a lua e a saudade de você. Não era um dos meus melhores dias, na verdade o dia amanheceu meio nublado para mim, mesmo que o sol insistisse em raiar do lado de fora da janela. Mas você sabe, parece que a noite trás consigo lembranças que o cansaço e a correria do dia a dia ocultam. Foi exatamente isso que aconteceu. O meu dia foi calmo e parado, nada de novo. Mas quando a noite chegou, foi como se tudo voltasse, sabe? A sua ausência era tão presente que eu podia sentir a sua saudade perto de mim, me sufocando, me maltratando.

É como olhar pra trás, você sabe que não terá nada de novo, mas daria tudo para viver os momentos antigos de novo e de novo, se necessário. O nosso ontem foi intenso, mas agora vivemos no hoje e, infelizmente, ou felizmente, você não está mais aqui. Infelizmente, eu diria. Mas eu prometi a mim mesma que não viveria mais no ontem. A vida tem que acontecer no agora, e é assim que devo seguir. Hoje, eu disse a mim, é o ultimo dia do meu ontem. E só por hoje eu vou lembrar de nós. Só por hoje eu vou te fazer lembrar que o nosso ontem pode continuar sendo escrito no hoje. Vai valer apena olhar pra trás dessa vez. Vai por mim, não, melhor, vai por nós.

Eduarda Lins

Um comentário:

  1. Por vezes a sdd danada quer ser a nossa melhor amiga. Aperta aperta, que chega doi.

    bjokas =)

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]