20 agosto 2014

Porque ainda é Você



Imagem: We heart It

Eu realmente achei que você estava perdendo terreno dentro do meu coração, moço. Mas bastou um sinalzinho teu para que tudo voltasse a ser caos aqui dentro, o mesmo caos que você deixou quando saiu da minha vida como quem mal tivesse chegado. 

Acho impossível que você não perceba isso. Tenho quase certeza que você sabe que meus textos, posts e até as músicas que escuto tem a ver com você, com a nossa breve história. Às vezes acho que o mesmo acontece com você também. Os vídeos que você vê, as músicas que ouve... Parece-me tão claro que nossa história está aí, viva dentro de você também. 

Sei que posso estar me enganando, iludindo, alimentando sozinha um sentimento que já deveria está morto. Mas, quem manda no coração? Dos poucos que passaram por mim, você foi o único que ficou. O único que, para o nosso bem ou mal, ainda permanece. Mais vivo e mais forte que antes. Ainda mais Amor.

***



Oi, gente! Posso fazer um pedido? Se puderem, escutem essa música durante ou depois da leitura desse pequeno texto que hoje divido com vocês!  Espero que gostem!!! Beijos!

Malu

14 comentários:

  1. Malu, Malu...
    Eu não precisei nem ler o texto para saber que era seu, nem para saber do que se tratava.
    Isso lá é hora de você me vir com uma coisa dessas??? hahaha
    Depois de você os outros são os outros...
    Música perfeita para complementar um texto perfeito que eu nem preciso dizer como se encaixa perfeitamente para mim.
    Se você morasse perto de mim, eu ia aí te bater! hahahahahahaha
    Bjos Malu!
    Obrigada por de alguma forma maluca, complementar meu coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju, em minha defesa eu só posso dizer que essa texto é antiguinho! rs Estava remexendo meus escritos e quando o encontrei, resolvi postá-lo aqui, já que a inspiração me escapou essa semana. Assim, ñ me bata, ta? hahaha

      Beijos, querida! Adoro seus comentários! Obrigada! <3

      Excluir
  2. Tem homem que é cego não percebe nada rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha... concordo, Bell!
      Beijinhos, e obrigada pela visita! ^^

      Excluir
  3. As vezes é tudo questão de não fazer mais questão!
    O tal do amor é bem complicado rsrsrs
    Adorei o texto!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão é o coração se conscientizar disso, né, Rosemary!?

      Fico feliz que tenhas apreciado meu texto! Obrigada! Beijos!

      Excluir
  4. Ah, Malu, como isso me lembra alguém. Como seu texto me descreve bem... Parabéns. Palmas. Aplausos... MUITO LINDO MESMO.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ei, Eduarda!
    E se eu disser que o seu "último dia do meu ontem" me serviu como luva, a ponto de me deixar sem palavras, vc acredita? Lindo demais o seu texto!!!
    Quanto ao meu, alegra-me que você tenha se identificado, gostado! Adoro quando meus escritos provocam essa sensação de reconhecimento. Obrigada pelo carinho! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Acho que você anda lendo os meus pensamentos dona Maluzita!
    Adorei o texto e a música!
    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  7. Tô é? rs Juro que não é intencional, Cá!
    Obrigada! Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. Cá pra nós, sofrer por amor e tão dolorido, aquele velho cliché: A dor é inevitável mas o sofrimento é opcional, eu estava produzindo um texto lindo e apaixonante para os verdadeiros amantes da literatura romântica, mas como terminar e esse fds, tudo se resumiu em traição. .
    Adorei o texto, mas não sou fã de postar em redes sociais, sofrimento, lamurias, lamentações. . Prefiro meu mundinho só meu..
    P.S: Vou esperar a inspiração retornar e começar a produzir um novo texto. .
    F.M
    Bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. F. M,

      Certíssima (o) vc quando repete as palavras de Drummond (se não me engano), o sofrimento ao contrário da dor, é, sim, opcional! Não tenho como discordar disso! :)
      Obrigada pela visita ao nosso cantinho, seja sempre bem-vinda (o)!!!

      Ps: adoraria ler teu texto!

      Excluir
    2. F. M,

      Certíssima (o) vc quando repete as palavras de Drummond (se não me engano), o sofrimento ao contrário da dor, é, sim, opcional! Não tenho como discordar disso! :)
      Obrigada pela visita ao nosso cantinho, seja sempre bem-vinda (o)!!!

      Ps: adoraria ler teu texto!

      Excluir
    3. F. M,

      Certíssima (o) vc quando repete as palavras de Drummond (se não me engano), o sofrimento ao contrário da dor, é, sim, opcional! Não tenho como discordar disso! :)
      Obrigada pela visita ao nosso cantinho, seja sempre bem-vinda (o)!!!

      Ps: adoraria ler teu texto!

      Excluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]