05 setembro 2014

Procura

Google Imagens


E quem antes lembrava sem motivos, passou a  andar procurando pelas ruas, pelos rostos, pelas músicas qualquer semelhança que pudesse fazer lembrar você. E hoje, mesmo podendo ter você de volta, faz-se lembrar que já não lembra mais. E você, que se esqueceu primeiro, lembre-se: "As coisas mudam de lugar e quem perdeu, pode ganhar..."


____________________________________________

Por: Cácia Dantas






3 comentários:

  1. Teu silêncio preso na minha garganta
    E o medo da verdade
    Eu sei que eu, eu queria estar contigo
    Mas sei que não, sei que não é permitido
    Talvez se nós, se nós tivéssemos fugido
    E ouvido a voz desse desconhecido
    O amor...

    Essa música diz tudo e só abrilhantou ainda mais seu texto Cá!
    Parece que o pessoal desse blog tá de conspiração para ficar me fazendo lembrar daquelas coisas que eu insisto em dizer que esqueci...
    Amei!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Aproveitando a da Ju...

    "Eu sei que eu, eu queria estar contigo
    Mas sei que não, sei que não é permitido
    Talvez se nós, se nós tivéssemos fugido
    E ouvido a voz desse desconhecido
    O amor..."

    Eu já disse que cantei zilhoes de vezes essa música, ne, Cá? E vê-la aqui no seu texto, em meio a palavras que expressam tamanha determinação e vontade de seguir em frente, só me mostra que o que passou deve sim, ficar lá atrás!

    Adorei!

    ResponderExcluir
  3. Ju, juro que não é intencional! Rs... São pensamentos soltos que me ocorrem e acabo escrevendo! E a música foi mais ao acaso do que o próprio texto rsrs
    Malu, então né? Determinação e vamos em frente!
    "Eu sei que eu, eu queria estar contigo
    Mas sei que não, sei que não é permitido..."
    Suas lindas, obrigada pelos comentários!!!
    Beijoos!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]