01 setembro 2014

Tempestade

Ildo Silva, Nós poéticos, Poemas, tempestade, poemas, poesias, Literatura
Tumblr


Na ampulheta do tempo
Nunca é tarde

Ao contemplar o sol
Sinto o ar percorrendo
meus pensamentos

E, os pés firmes 
Enraizando a areia
A espera tribulações

Na tempestade que passe
no poente...
Da vida!

Ildo Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]