17 dezembro 2014

E a vida segue em frente



Imagem: weheartiit


O que restou depois de tudo? Sinceramente eu não sei dizer.

A vontade de te ter de volta ou a de te esquecer de uma vez? Juro não saber. 

Eu mentiria se dissesse que você já não está no meu pensamento. Mas não seria verdade também se afirmasse que está sendo intensamente dolorosa a sua ausência. 

Quando o adeus se fez entre a gente, senti como se meu coração se contraísse e explodisse ao mesmo tempo. Eu fui dor naquele dia. Hoje não. 

Surpreendentemente eu estou seguindo em frente, e como você sugeriu estou vivendo a minha vida. 

Como do futuro eu nada sei, porém, se lá na frente a gente se encontrar, você vai ver que a "sua" não existe mais. É que de tudo o que a gente viveu, o melhor foi que você me ensinou a SER MINHA. E essa lição eu aprendi!  

Obrigada!

7 comentários:

  1. Lindo Malu!
    Que bom que você aprendeu a ser sua.
    No meio de todo turbilhão, é essa a lição mais importante.
    Amei o texto. me lembrou algo que tenho na Penseira, que se eu achar, vou linkar aqui para você ver.
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei!
      http://www.penseiradanana.blogspot.com.br/2012/05/anestesia.html

      Excluir
  2. Li seu texto, Ju! Lindo como todos os que você escreve! ;)
    Quanto ao post, acho que se resume no fato de que tudo é aprendizado, ne? Por mais clichê que isso seja...

    Beijo gêmeo! Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Nem sempre ficamos com quem a gente ama, esse é um dos mistérios da vida que não tem explicação... fato é que o futuro a Deus pertence, então temos que viver um dia de cada vez.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dia de cada vez, Bell! Realmente, tem sido esse o meu lema!
      Obrigada pela visita! Beijos!

      Excluir
  4. Malu, que texto incrível, meu DEEEEEEUS! ♥
    Sabe, você descreveu minha pequena história nessas linhas. E como foi incrível ler isso e saber que hoje eu SOU MINHA.
    Parabéns. Mil vezes PARABÉNS. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos nossas, Duda! E nos darmos conta disso, apesar de tudo, é l i b e r t a d o r, certo?
      Fico feliz pelo carinho e por você ter se identificado! Obrigada! Bjinhos!

      Excluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]