21 março 2015

O que há?



Olha desse jeito, nesse ar misterioso, com algo indefinido que eu não consigo explicar...
Distribui sorrisos a torto e a direito, brincadeiras e gentilezas e no entanto ao me olhar, aquele olhar permanece...
Desprezo? Curiosidade? 
Fica procurando alguma coisa ou vê algo em mim que eu ainda não sei...
É muito mistério e o mistério mexe com a minha cabeça...
E vem o destino e brinca de novo comigo, me atirando na cara algo que eu não posso ter e ao mesmo tempo me deixando entrever certa possibilidade...
Quando é que os meus olhos vão parar de enxergar mais longe do que um palmo a frente do meu nariz?
Quando é que os teus olhos vão parar de lançar essas faíscas na minha direção?
Quando é que um olhar vai finalmente cruzar com o meu e ME enxergar? 

4 comentários:

  1. Ju! Que beleza de texto! <3
    Amor, amor e amores!!! Eita vida!

    Beijocas flor!

    ResponderExcluir
  2. Li esse texto assim que foi postado e como só me veio a cabeça a música do Fábio Jr., preferi deixar pra comentar depois. rs O fato é que mesmo agora, depois de alguns dias, eu o leio novamente e o refrão me vem à memória: "...telefona, ñ deixa que eu fuja, me ocupa os espaços vazios..."

    E ouvindo essa bendita música mentalmente, agora, a pergunta que não quer calar é justamente a que você faz lindamente no final do texto: "Quando é que um olhar vai finalmente cruzar com o meu e ME enxergar?"

    Lindo demais, Ju!!!! Perfeito, até!!! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que agora eu também só consigo pensar nessa música vendo esse texto Malu! hahahaha
      obrigada pelo carinho! :*

      Excluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]