30 junho 2015

Confiança gera movimento



Era natural as coisas passarem diante de meus olhos e eu simplesmente não as enxergar. Lá dentro sentia que  vida passava e eu permanecia imóvel, vendo pessoas, ouvindo vozes, construindo muros dentro e fora de mim. 

Não tive um despertar, gracioso. Foi duro sair do buraco que eu mesmo cavei, mas com força de vontade, persistência, um pouco de valor ao erro e ao acerto, fui subindo as paredes, quebrando as barreiras do tempo que eu havia congelado. 

A vida ainda passa, agora dou meus passos com ela, difíceis, claro! Mas confiante de que quebrar barreiras é um "impossibilidade" possível, quando a gente se joga e diz sim à vida. 

Você já quebrou barreiras hoje?

Vanessa Vieira

2 comentários:

  1. Querida Vanessa...

    É merecedor de muita reflexão e ação o seu texto..Muito lindo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. precisamos quebrar todos os dias, pq a cada novo dia uma nova dificuldade.

    bjokas =)

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]