27 outubro 2015

Alma além de um Rio.

Rio, riacho, vida, alma, poesia, versos, vanessa vieira


É neste
 verso 
que lavo
a alma.
.
com água 
corrente
o rio
me envolve.
 
Me enche,
limpa
por vezes 
transborda.

E depois,
bem depois
adiante à conrrente
me acorda!

Sou areia
 fina e nova! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]