29 outubro 2015

Eu e o mar!


fotografia: Manueli L Dias

Entreguei-me ao mar, e para fazer isso, foi preciso coragem!
Entreguei-me ao mar, sem boias ou coletes.
Entreguei- ao mar, para que ele me salvasse da vida.
Fui até onde a água alcançou o peito, abracei as ondas como velhas amigas, e mergulhei!
E quis ter a biologia de poder respirar debaixo d’água.
Mas, pelo pouco, que pareceu muito tempo que passei ali... posso dizer que renasci.
De alguma forma, o que em mim era apenas resto, o mar tratou de levar, e trouxe-me o que é novo, o que é cheio, o que é muito e preenche! Renovou minhas esperanças!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]