26 novembro 2015


Que o amor também esteja a torcer por nós... 


Eu torço por você 
Para que ganhe este jogo
Para que não perca o folego ao mergulhar
Torço...
Para que se reencontre
Por favor, encontre-se!
Reencontre a criança arteira que ainda faz arte dentro de ti
Reencontre a felicidade, os dias bons, as tuas legitimas roupagens.
Eu torço para que entenda, melhor, para que sintas, as canções de amor que deixastes de ouvir
Torço... para que as ouça novamente, e pense em mim
Torço para que você despenque seus olhos do vislumbre das estrelas e olhe para mim
Para que consiga perceber cada sorriso meu que se tornou tão teu.
Para que a espera não veja vã... que o medo do sentimento não ser correspondido, seja vencido
...
Eu torço para que confie em mim, das coisas que falo e costumo pensar
Torço para que perceba o quanto estou gostando de você e o quanto isso me apavora
Torço para que entenda que não há enrolações e que eu te quero bem perto de mim
Mais perto, bem perto mesmo. Até eu me sentir uma extensão sua ou você minha
E isso está preste a acontecer... e eu só preciso de ti
Sem nenhuma música, barulho de mar ou vinho
Sem lugares programados ou gestos ensaiados
Só preciso te olhar
E espero que teus olhos também me queiram
E torço... torço mesmo
Para que, desde o instante anterior, o amor também esteja a torcer por nós!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]