05 fevereiro 2016

No Dedilhado do Violão, ao Pulsar da Poesia...

Boa noite.

No Dedilhado do Violão, ao Pulsar da Poesia...

Imagem: Google.

Hoje eu refleti a vida
Nas cordas do meu violão
Eu dedilhei todo o sentimento
Que aqui dentro pulsa

Analisei fatos
Em silêncio
Caminhei dentro de mim
Limpando as tristezas

Na ponta da caneta
Estavam todas as sensações
Os sentimentos vividos

No papel concretizaram
A paz, a alegria e a satisfação
Nasceu assim, mais um poema.

                  Abraços...

                         Ótimo fim de semana.

                                               Isa Espinosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]