26 maio 2016

Eu sou um pedaço do mundo!

Eu sou um pedaço do mundo!


Eu já sonhei muitos sonhos;
Já vivi muitas vidas;
Já fugi, sim, eu já fui covarde;
Mas, também já enfrentei algumas lutas;
E ainda hoje, eu sonho, fujo, luto...
Por vezes os mesmo sonhos, os mesmo medos...


A vida seguindo seu curso natural,
E eu traçando minhas escolhas,
E a cada escolha, abrindo mão de algo;
E a cada escolha, consequências;
Em cada novo caminho que ousei trilhar,
Novos caminhos foram-me apresentados.
Lutas, pessoas e perspectivas diferentes;


Eu já pensei que tinha chegado ao meu limite;
Já pensei que não conseguiria levantar na manhã seguinte;
Já pensei que a dor conseguiria ser maior que qualquer alegria;
Já pensei em não ir em frente;
Já pensei em morrer;
Já desejei a morte para outros;
Eu amei, eu odiei, eu chorei, eu perdi,
Eu aprendi, eu partir e voltei, mas eu nunca volto a mesma;


Eu já me entreguei, já cuidei, já fui cuidada;
Já fiz o que achava ser errado, e mesmo assim eu o fiz;
Fiz o que achava ser o certo e mesmo assim errei;
Mas, eu também já acertei; Já calei, inúmeras vezes eu me calei;
Eu já gritei também, bati e apanhei;
Eu já fui triste, já fui feliz. Voei muito longe quando tive asas, e tive que voltar a pé; 
Eu já caminhei até cansar, e na volta, tive de caminhar.


Eu já alcancei coisas que nunca pensei alcançar;
Eu já mantive coisas que deveria me desfazer, e me 
desfiz daquilo que deveria permanecer;
Já subestimei pessoas, também já fui subestimada;
Inverti valores, troquei sorrisos por dores, moedas por flores;
Fui displicente com quem realmente merecia minha atenção, 
e dei atenção a quem não merecia;
Eu já perdi meu tempo com coisas banais;
Já neguei um abraço; Eu já colhi sorrisos;


Eu cresci, e não foi de repente,
Muito menos fácil;
Por muitas vezes, tive que ir até o fundo, para aprender 
a olhar pra cima e ser humilde;
Eu sou um pedaço de tudo que eu fui, que eu fiz, que eu deixei de 
fazer, ainda serei um pedaço das coisas que hei de fazer;
Eu sou um pedaço do mundo.
Fragmento do meu mundo, de cada um que passou, que ficou, 
que invadiu, tomou, feriu, cativou;
Sou um pedaço de mim, sou fragmentos de tudo que me restou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]