14 julho 2016

Horas e mar!


Horas e mar... 



Na vaga da hora
Navegando em mim
Fazendo do coração as velas
Eu, barco que ondas batem e arrebentam!

Varando nas horas
Planando no escuro
O relógio canta e, agora só restam alguns segundos...
Que escorrem na ampulheta das minhas emoções

Vagueando nas horas
Amadureço em Deus e encaro o resto
Entrego-me a tal doutrina
Lúcida, atenta e respeitosa!

Os segundos acabam as horas vagueiam para outro mar
Oásis de todo alento e redentor de qualquer tormento!
(Assim é o mar.)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]