30 setembro 2016

Análise da Insanidade

Boa tarde.

Análise da Insanidade

Imagem: Google.

Foi entre as cordas do violão
Contemplando o sol
Que aquece minha pele
Meditando minhas inquietações

Analisando todos os sentimentos
Os mais irrelevantes
Os mais profundos
Os doloridos e os indolores

Perdida na minha insanidade
Minha intensa loucura
Desvairada poética

Preciso disso
Para viver
Sobreviver.

   Abraços.

         Ótimo fim de semana.

                                 Isa Espinosa.

2 comentários:

  1. Se de poesia vivemos, é preciso mergulhar fundo no turbilhão de nós mesmos para alcança-la. Por vezes em nosso caos interno se encontra a paz que precisamos, e é ali que vive a poesia.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]