17 fevereiro 2017

Sentimentos Censurados

Boa noite.

Sentimentos Censurados

Foto: Luiz Carlos Vaz.


Me escondi dentro dos livros
Refugiei na métrica perfeita
No ponto mais distante do horizonte
Para deste sentimento fugir

Senti a cadência das ondas do mar
Que pareciam ironizar minhas angustias 
Transformar tudo em um molejo
Achando graça da minha importância exagerada

Sondando detalhadamente
Cai na gargalhada...
Flagrando meus pensamentos insensatos

Marquei esse delírio no papel
Como tatuagem na minha alma
Como verso reprendido querendo liberdade.

  Abraços.

      Ótimo fim de semana.

                        Isa Espinosa.


Um comentário:

Obrigada pela sua visita!
Ficaremos muito felizes com teu comentário!

Att,
Nós, Poéticos e Literários!
nospoeticos@gmail.com

Design por Amanda
[ voltar para o topo ]